Os tipos de tipos

A hora de escolher a família tipográfica para compor o trabalho é a hora de se dedicar um certo tempo à pesquisa, além de ser uns dos momentos mais agradáveis para grande parte dos designers, creio. Ficar “namorando” a fonte que será utilizada no trabalho pode ser uma tarefa árdua e criteriosa, porém, estar atento a alguns conceitos, pode tornar a tarefa um pouco mais simples.

É focado em alguns desses conceitos, que o designer gráfico chileno Juan Pablo de Gregorio, em seu blog Letritas, elaborou uma interessante analogia entre os tipos com os tons de voz. Segundo Juan, não utilizamos o mesmo tom de voz o tempo todo. É bem possível que você não tenha o mesmo tom ao falar com um cliente, e quando vai ao mercado comprar frutas, sem o nível de stress e mais relaxado. Então, é possível elaborar uma análise a partir dessas nuances de tons e criar formas visuais que os representem.

Claro que isso não é nenhuma novidade, muito menos uma descoberta para os profissionais da área, porém, é sempre válido explicitar esses conceitos, assim como fez Juan Pablo.

Abaixo segue alguns exemplos com tradução livre de Alexandre Lucas.

ClarezaClareza

Imaginemos a voz de nossa professora primária. Aquela que nos ensinou a ler. Possivelmente com uma voz simpática e entusiasmada. Sempre fazendo esforços gigantescos para que sua voz seja a mais clara possível e priorizando ensinar palavras fáceis com sons muito simples para que as crianças não se confundam na hora de desenhar as letras.

Classe
Classe

Pense agora como seria a escrita da voz de um síndico de um edifício de alto padrão. Ele é um senhor conservador e que da valor as coisas antigas. Nunca vacila com o idioma e usa a plenitude de seu vocabulário correto, seja com seu neto de 6 anos ou com um executivo amigo. É pontual e muito refinado. Só escuta música clássica e usa roupas bem alinhadas. Possivelmente usa um par de sapatos impecavelmente engraxados aos domingos pela manhã somente para ir a comprar o jornal.

Simpatia
Simpatia

Pense naquele figura que tenha sido um gordinho simpático toda sua vida. Tem por volta de 30 anos porém esbanja infantilidade. Uma reunião do pessoal das antigas nunca seria o mesmo sem ele e todos se reúnem ao seu redor para ouvir suas divertidas histórias, sempre contadas com uma voz alta, alegre e de entusiasmo único.

Psicodelismo
Psicodelismo

A voz de um hippie é bem característica. É calma e quase cantada. Fala somente frases pré fabricadas e defende ideais que talvez nem ele mesmo entenda. Adora o ar livre e o contato com a natureza, sempre com suas roupas largas e despojadas pontuadas por muitos adereços artesanais esquisitos.

Vanguarda
Vanguarda

É um jovem transgressor, porém contido. Consome tecnologia como um louco e adora passar horas em frente ao seu computador. Adora experimentar vozes estranhas recheadas de expressões únicas e em constante mutação. Está com a cabeça mais no futuro do que no passado. Não pensa duas vezes em sacar seu iPhone conectado a uma banda larga mega-rápida para consultar sobre alguma coisa simples a decidir ou lembrar algum fato histórico que alguém já disse ter sido interessante antes da invenção da internet.

Adolescência (feminina)
Adolecência

A voz da menina adolescente é ingênua, tímida porém com um entusiasmo próprio da idade. Ela geralmente é segura de si dentro de seu universo de complicações simples e quer transmitir a elegância e a distinção das mulheres mais velhas.

Sofisticação (feminina)
Sofisticação

A irmã mais velha, um pouco mais madura e já tem certeza do que quer. É solteira convicta e se considera uma artista plástica que gosta de estar antenada culturalmente. Adora cinema alternativo, é elegante e sabe, como nenhuma outra, andar de salto alto. Em um evento fashion sabe ser sofisticada e se distinguir das demais.

Formalidade
Formalidade

Um jornalista do noticiário possui a voz clara e pausada. Ele lê as notícias da maneira mais formal possível, sem atropelos e demonstrando o mínimo de emoção. É jovem mas nem tanto, querendo sempre passar a impressão de ser mais maduro do que é. Centrado, estudioso e bem comportado. Evita a todo custo constranger a si mesmo.

Dinamismo
Dinamismo

O tom de voz de um esportista é mais rústico e simples. Robusto, dinâmico, forte e decidido tenta sempre transmitir suas habilidades em competir. O amor ao seu estilo de vida empresta um ar passional e quase religioso as suas falas.

By Design com limão

Tags: , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: